Lançamento! Dê mais sabor à todos os seus pratos: Conheça meu novo Guia Completo de Temperos e Especiarias.

Feijão, conheça alguns tipos!

feijões

O Feijão é um grão que contem muitos nutrientes essenciais como proteínas, ferro, cálcio, vitaminas (principalmente do complexo B), carboidratos e fibras. No Brasil esse par perfeito de Arroz Branco com Feijão é típica da culinária das Américas Central e do Sul. Geralmente, tal combinação acompanha carnes, verduras e tubérculos.

No Brasil há grandes variedades de cores, tipos e tamanhos de feijão, o preto, branco, feijão de corda, carioquinha, vermelho, fradinho, colhidos em 3 safras anuais. O brasileiro consome em média 16 quilos por ano. Mas do contrário que todos pensam o feijão preto não é o mais consumido no país, é consumido apenas por 20% da produção brasileira. O Feijão mais consumido no Brasil é o Carioca que corresponde a 85% das vendas.

O Feijão em várias regiões do Brasil está ligado a história local ou regional, em Minas onde o tropeirismo foi importante, e o feijão preto era misturado com farinha de mandioca e guarnecido com pedaços de lingüiça frita e torresmo. Este feijão-de-tropeiro era mais seco, com menos caldo, devido aos deslocamentos constantes, próprios do tropeirismo.

O feijão carioquinha mexido com farinha de mandioca e com caldo, era comida dos bandeirantes, que a levava de marmita. Esta é a origem do virado a paulista, prato feito com o referido feijão.

No Rio de Janeiro o feijão preto é o grande preferido, ingrediente da famosa feijoada, prato do séc. XIX, muito apreciado pelos cariocas.

Na Bahia, a culinária adicione outros ingredientes como o azeite-de-dendê, diversas especiarias e pimentas, que pedem outros tipos de feijão. Lá o feijão mulatinho que é usado até na feijoada, sendo que o feijão fradinho é utilizado no acarajé e no abará.

Em parte do Nordeste, o feijão-de-corda misturado ao arroz produz um prato muito popular chamado “baião-de-dois”.

Em Belém o feijão tipo manteiguinha (variedade do feijão branco americano) é muito utilizado, foi trazido a esta região por Henry Ford na áurea época da produção da borracha na Amazônia.

O tutu-de-feijão, engrossado com farinha de mandioca, próprio da cozinha caipira mineira, mas com diversas variações em outros estados, o famoso feijão mexido. De maneira geral pode ser preparado com feijão preto ou vermelho, sendo que em Minas vem acompanhado com pedaços de lingüiça frita, no Rio de Janeiro é coberto com molho de tomate, e em São Paulo serve-se coberto com ovos fritos, torresmo e costeletas de porco.

Como fazer Feijão

O feijão seja feito na panela de pressão ou em panela normal, a melhor forma de começar é deixe de molho de um dia para outro, trocando a água umas 3 vezes e deixar na geladeira.

Isso fará com que o feijão cozinhe em menos tempo, economizando gás e ficando o caldo mais grosso, além de diminuir o efeito colateral mais famoso desse grão! Gases!

E não podemos esquecer do tempero, essencial para dar sabor, alguns temperos que combinam bem com esse prato são a manjerona, louro, cominho, coentro, pimenta do reino, sal, e as carnes, linguiça, bacon. Aliás cabe o porco inteiro na feijoada! O rabo, orelha, patas, costela, linguiça, tem coisa melhor!

Tipos de Feijões

Carioca

O feijão mais consumido no Brasil, usado na receita do Virado Paulista, de cozimento rápido e caldo grosso. Ideal para fazer Caldinho de Feijão, purê. De cor marrom rajado, seu sabor e textura são bem suaves. Dá uma olhada nessa receita Feijão Carioca Cremoso.

Feijão Carioca

Preto

O mais consumido na região sul do país, diariamente, ideal também no preparo de Feijoada, utilizado na culinária mexicana, no Chili de Carne, na Venezuela, utilizam nos recheios de Arepas e Empanadas.

Feijão Preto

Vermelho

Com baixo teor de gordura e sódio, o feijão vermelho fornece proteína de qualidade praticamente livre de gordura, grande fonte de ácido fólico e mantém os ossos fortes por conter manganês e cálcio, prevenindo a osteoporose.

Com sabor delicioso, seu caldo fica encorpado e grosso, mas mantendo a integridade do grão. Substitui o Jalo em preparos e pode ser usado em saladas.

Feijão Vermelho

Branco

Ideal para Salada de Feijão por sua consistência tenra, mas também em cozidos como o Cassoulet com seu caldo espesso e muito saboroso, e no preparo do Putchero, comida Uruguaia, um cozido de legumes por horas que vira um caldo grosso acompanhado desse feijão.

Feijão Branco

Fradinho

Muito utilizado na culinária Baiana e Nordestina, é utilizado no preparo do Acarajé, cru e bem batido, forma uma massa que é frita no azeite de dendê, crocante por fora e macio por dentro. Também utilizado em uma famoso prato o Baião de Dois, com feijão e arroz, vários legumes, bacon, carne seca, linguiça e queijo coalho. E também é ideal para uma receita de Vinagrete.

Feijão Fradinho

Jalo

Muito utilizado na culinária mineira, para fazer Tutu e Feijão Tropeiro. Com grãos longos e amarelados, depois de cozido seu caldo é grosso e muito saboroso. Quando cozido lembra um sabor de castanhas!

Feijão Jalo

Corda ou Verde

Muito utilizado no nordeste do Brasil, conhecido como feijão de corda, pode ser consumido fresco ou seco. Também pode ser utilizado para Vinagrete, Saladas e Farofas deliciosas.

Feijão de Corda

Azuki

O feijão Azuki é muito utilizado na culinária Japonesa no preparo de doces, devido ao seu sabor mais adocicado, receitas como Mochi e Anko, são uma delícia.

Feijão Azuki

Vou te mostrar alguns produtos da Loja Bora Provar para ajudar você a preparar pratos deliciosos!

Conclusão sobre o Feijão

Nada melhor que um Feijão e Arroz, para um almoço reconfortante, a melhor e mais nutritiva comida dos brasileiros, se colocar um ovo frito então, melhor coisa do mundo!

Quando viajamos e não comemos isso diariamente, sentimos falta, nosso corpo pede, pois estamos acostumados com essa deliciosa comida caseira e quando voltamos a primeira coisa é comer essa delícia, então se animou a fazer um delicioso prato típico brasileiro de Arroz com Feijão agora que você cada um deles!

Bora Provar!